DIA DA MÃE


"Quando eu nasci,
ficou tudo como estava,
Nem homens cortaram veias,
nem o Sol escureceu,
nem houve Estrelas a mais...
Somente,
esquecida das dores,
a minha Mãe sorriu e agradeceu.

Quando eu nasci,
não houve nada de novo
senão eu.

As nuvens não se espantaram,
não enlouqueceu ninguém...

P'ra que o dia fosse enorme,
bastava
toda a ternura que olhava
nos olhos de minha Mãe...
"

(José Régio)

15 comentários:

pinguim disse...

Bela homenagem.
Abraço.

Eugénio disse...

Todos os dias são "dias da Mãe"! E não são necessários presentes para que elas nos amem, porque uma verdadeira Mãe traz sempre o(s) filho(s) no coração, independentemente do que ele(s) lhe(s) possa(m) dar.
Ao menos neste dia, que todos os filhos, principalmente os "mais esquecidos" se lembrem quem em qualquer parte do universo há um coração a bater por eles!!!

Obrigado por partilhares este pedaço de ternura connosco!!!

Aquele abraço,
Mário Gala

Carla disse...

Fofissima borboleta. Bj e um bom fim de semana

wallper.lima disse...

Olá Bruno! Que legal seu comentário, e por gostarmos da mesma coisa- ARTE-. Estive dando uma olhada mais longa em seu blog, e pude ver seu trabalho com mais calma. Gostei mto de sua pintura, é como nossa escrita, cada um tem seu jeito de expressar, e assim sendo criar seu próprio estilo.
Gostei em especial do quadro dos cachorros, onde os olhos dizem tudo, é como se estivessem vivos.
Num dia que tiver um tempo maior, veja outras postagens minhas, onde mostro alguns quadros meus, e olhe na parte lateral direita do meu blog, desenhos meus em nanquim...e visite meu Fotoblog.
Estou me tornando sua seguidora, e deixo vc livre para decidir em me seguir ou não.
Abraços.
Waleria Lima.

artes_romao disse...

boa tarde,td bem?
pasei p agradecer a visita...
e felicitar-te por mais este brilhante trabalho.
parabens.
fika bem,jinhos***

Zé Al disse...

Que todos que tem a felicidade de ainda terem mãe ,não a esqueçam e que lhe tenham muito carinho.Quando a perdemos ainda sentimos mais a falta que sempre nos faz!Bom dia da mãe .

Ponto de cruz da Genylemos disse...

Olhem só que borboleta mais fofa...
linda, linda...

Mãe:
Mãe por dentro é um anjo em regra,
Conquanto mulher por fora,
Que chora quando se alegra,
Que se alegra quando chora.

jinhos e fica bem...

Sara L.Miranda disse...

Que bela mensagem.
Uma forma unica de autentizar este dia!
Um beijp

Célia disse...

Olá!
Muito obrigada pelo lindo comentário, adorei a mensagem e esta linda borboleta.
Jinhos

Maison da Mónica disse...

Olá Bruno que linda homenagem que fizeste á tua mãe.
Obriga por teres passado pela minha maison.
Bjinhos

Val Du disse...

Nossa! que coisa mais linda.;)

Abraços

Multiolhares disse...

E que mais faz falta a um recém nascido, senão o amor de sua mãe
beijos

wallper.lima disse...

Olá!Só passei aqui para lhe dizer que estou expondo uma escultura minha em minha nova postagem.
Abraços.
Waleria

Donagata disse...

Olá Bruno. Passei por aqui para retribuir a sua visita ao meu espaço.
Gostei muito até porque , como não fui bafejada com dons artísticos, pelo menos manuais, aprecio deveras quem os tem

Uma curiosidade. As imagens com que ilustras o que escreves são tuas?

Por exemplo a que está a ilustrar o belíssimo poema de José Régio e outra mais abaixo, com dois gatinhos adoráveis?

Um beijo e uma boa semana. Vou voltar. É uma ameaça.

Anónimo disse...

Este eu já tinha ficado a apreciar durante paí 20 mins, enqanto a são me chamava para ir lanchar xD

Que mãos!! **

Beijinho da Ana Rita (a do costume ;D)